EUA pode criar lei anti-photoshop (ou da auto-estima)

O Photoshop está na mira de um grupo norte-americano com o argumento de que o uso abusivo do editor de imagens acarreta “danos sociais”. Assim, uma fundação decidiu propor a “Lei da Auto-Estima”, que entre outras coisas regulamentaria o retoque digital de modelos, atores e atrizes em publicações e campanhas publicitárias. 

A campanha foi iniciada por um tal Seth e Eva Matlins, um casal que acredita que seus filhos devem “crescer livres da superficialidade e da imagem corporal da perfeição”, que tão distante da realidade poderia causar problemas físicos e psicológicos no desenvolvimento e crescimento dos adolescentes.   Para reforçar tal atitude, o casal cita como exemplo a campanha da L’Oreal, onde as imagens da atriz Julia Roberts e da modelo Christy Turlington manipulados por computador foram proibidas na Inglaterra por serem consideradas enganosas.    Além do exemplo acima, o casal respalda seus argumentos com base em um estudo realizado pela fundação norte-americana Dove Self-Esteem. Segundo a pesquisa, 80% das mulheres sentem-se inseguras com a sua imagem por causa da perfeição das estrelas e dos modelos. Os resultados também mostram 71% das meninas se sentem em condição de inferioridade por considerar que seu aspecto "não está a altura".

O que pretendem com essa proposta de lei é que anúncios e publicações advirtam o usuário da ocorrência de manipulação nas imagens veiculadas. Fonte: DailyMail

Beleza sem retoques
Apesar do abuso do Photoshop, principalmente em editoriais de moda e campanha publicitárias, algumas estrelas  e modeles resolveram  dizer não ao editor de imagens e deixaram-se fotografar de “cara lavada”. Veja alguns exemplos:   A edição francesa da revista Elle de abril/2009 mostrou 8 estrelas usando apenas um pouco de maquiagem e efeitos de iluminação.  

A Harper´s Bazaar, edição de agosto de 2009, também entrou na onda e e fez um editorial com algumas das top dos anos 90, como Amber Valletta, Nadja Auermann, Helena Christensen, Shalom Harlow, Claudia Schiffer, Tatjana Patitz, Cindy Crawford e Kristen McMenamy.  Louis Vuitton fez uma campanha no ano passado mostrando as modelos sem maquiagem ou qualquer manipulação digital. As sandálias Havaianas fez ano passado uma campanha publicitária pra mídia impressa sem qualquer manipulação digital. Os responsáveis pela produção criaram um espaço cenográfico na base da colagem de elementos. E pronto. Tudo é bem real. Clique no link e veja o video do making of:  Campanha Havaianas

Compartilhe:Share on Facebook28Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Geral. Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *