EUA podem liberar uso de eletrônicos durante pouso e decolagem de voos

Comissão Federal de Comunicações enviou carta à Administração de Aviação Federal pedindo mudanças nas regras.

Passageiros de aviões não são os únicos afetados pelas restrições sobre o uso de dispositivos eletrônicos portáteis durante a decolagem e a aterrissagem.
Julius Genachowski, presidente da Comissão Federal de Comunicações dos EUA, escreveu uma carta pedindo à Administração de Aviação Federal (órgão que controla o setor no país) para alterar suas regras. A FAA (sigla em inglês) está revendo sua política de longa data contra o uso de eletrônicos durante a decolagem e a aterrissagem, e Genachowski disse apoiar esse processo.
 
"Esta revisão vem em um momento de inovação tremenda, já que os dispositivos móveis estão cada vez mais entrelaçados com nossas vidas diárias", escreveu Genachowski, segundo o The New York Times."Eles capacitam as pessoas a ficarem informadas e se conectar com amigos e família, e permitem que grandes e pequenas empresas sejam mais produtivas e eficientes, ajudando a impulsionar o crescimento econômico e aumentar a competitividade nos EUA".
 
A FAA anteriormente já havia estudado a possível interferência eletromagnética causada por eletrônicos portáteis em 2006. Embora o estudo não tenha encontrado nenhuma evidência de perigo durante a decolagem e pouso, a agência errou sobre a cautela, dizendo que também não conseguiu encontrar provas suficientes para mudar sua política. (É importante notar, porém, que os pilotos da American Airlines estão autorizados a usar iPads em vez de manuais impressos de voo.)
 
Segundo as regras atuais, as companhias aéreas podem permitir que determinados dispositivos eletrônicos sejam utilizados em todos os momentos, mas apenas se puderem provar que não há perigo. Para isso, devem enviar cada dispositivo para o ar sem passageiros a bordo. É um processo caro, mesmo para um só aparelho, ainda mais levando em conta as centenas de tablets, laptops e e-readers que chegam ao mercado a cada ano.
 
Em agosto, a FAA anunciou que está revendo suas políticas para todos os eletrônicos portáteis, exceto celulares. O plano é formar um grupo de trabalho com partes do governo e da indústria, e, finalmente, definir novas regras sobre o uso de aparelhos aprovados durante todas as fases do voo.
 
Isso soa como uma grande notícia para os viajantes, mas este é o governo, então não espere uma mudança rápida na política. A FAA não forneceu quaisquer atualizações sobre seus planos nos últimos três meses, apesar das expectativas de que estabeleceria formalmente um grupo de trabalho no meio desse ano. Uma vez que o grupo é formado, ele ainda leva seis meses para passar por cima das regras, e provavelmente ainda mais tempo para implementar as alterações.
 
Fonte: idgnow.uol.com.br
Compartilhe:Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Geral, Tecnologia e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *