“Figure 1”, um Instagram para médicos

Aplicativo tem sido utilizado por doutores de diferentes áreas para compartilhar casos médicos curiosos, raros ou de difícil resolução.

“Figure 1”, um Instagram para médicos

O Instagram surgiu com uma premissa bem simples, o compartilhamento simples e rápido de fotografias. Pegou bem entre a galera da internet, hipsters, fotógrafos e algumas celebridades, mas sabe quem mais gosta bastante de fotografar o seu dia a dia? Médicos.

A resposta não é tão óbvia, mas faz bastante sentido. Durante todo o dia, eles lidam com casos diversos, e alguns deles chamam a atenção pela curiosidade, raridade ou até pela dificuldade em resolvê-los. E pedir ajuda de um colega na hora de tentar desvendar um caso clínico não precisa mais ser feito ao vivo – dá para tirar a foto do paciente, ou dos exames, e compartilhar com os colegas médicos em busca de uma ideia de solução ou tratamento da situação.

Figure 1

Misturando a usabilidade de um Instagram com o conteúdo dos hospitais, surgiu o Figure 1, apelidado de ‘Instagram dos Médicos’. Nele, cada profissional pode preencher informações sobre sua especialização, ramo de atuação e hospitais onde atende, e a timeline deles é recheada de informações sobre exames, sintomas esquisitos ou imagens de casos mais raros, que nem sempre seriam vistos por todos os médicos.

Para garantir o sigilo dos pacientes, o aplicativo se esmera em apagar ou borrar as informações que possam identifica-lo, desde nomes impressos em exames até tatuagens na área registrada pela fotografia. Tudo isso em prol de uma melhoria na medicina, já que agora os médicos podem receber comentários sobre o caso fotografado diretamente na timeline do Figure 1.

A ideia da criação do app veio da própria comunidade médica, depois que o Dr. Josh Landy, criador do app, percebeu que as fotografias eram um jeito rápido de comunicar a situação de um determinado paciente.

Além de conectar médicos do mundo todo, o Figure 1 tem se tornado especialmente útil para estudantes de medicina e médicos recém-formados, que podem começar a seguir os profissionais mais gabaritados do mercado e aprender com os casos que eles divulgam.

"Figure 1"

Até agora, o Figure 1 possui mais de 100 mil médicos norte-americanos cadastrados e cerca de 15% de todos os estudantes de medicina do país, que já compartilharam mais de 80 milhões de imagens de casos clínicos.

E assim como no Twitter, o Figure 1 também implementou um ‘selo’ de verificado, que é oferecido a médicos que o aplicativo confirma serem proprietários de uma licença médica, e não um fake de Gregory House.

O aplicativo está disponível gratuitamente na App Store e na Google Play.

Via brainstorm9.com.br

Esta entrada foi publicada em Geral e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.