Governo gastou quase R$ 338 milhões com tablets no 1º semestre

Dos 852,6 milhões de reais gastos pelo governo federal com a compra de bens e serviços de Tecnologia da Informação no primeiro semestre de 2012, por meio de 1222 licitações públicas, 337,9 milhões de reais (45%) foram direcionados à aquisição de tablets.

Os dados são do Ministério do Planejamento. Parte desses recursos foram usados pelo Ministério da Educação na aquisição de quase 600 mil tablets para professores da rede pública de ensino (entre 150 milhões e 180 milhões de reais). O restante, por áreas administrativas da União.
 
As compras de tablets e os contratos de serviços de licença pelo uso de software foram os bens e serviços mais adquiridos pela administração pública federal nos seis primeiros meses deste ano. As compras de bens representaram 87%, cerca de  R$ 745 milhões, e as de serviços 13%,  com R$ 107,6 milhões. A aquisição de serviços e licença pelo uso de software somaram R$ 31,1 milhões (29%). De janeiro a junho de 2012, o Ministério da Educação foi o órgão da administração federal que mais realizou compras de TI, respondendo por 59% dessas contratações, cerca de R$ 499,3 milhões.
 
Regionalmente, os órgãos federais que mais contrataram bens e serviços estão concentrados no Centro-Oeste, totalizando gastos da ordem de R$ 565,4 milhões (66%). Os órgãos do Distrito Federal respondem pela quase totalidade das compras nessa região, atingindo o valor de R$ 547,1 milhões.
 
Evolução
Em relação a 2007, a compra de bens e serviços de TI em 2012 cresceram 25%. Nesse período, o pregão eletrônico foi a modalidade mais utilizada, gerando uma economia média de 19%, cerca de R$ 83 milhões, nas contratações. Em 2012, o pregão eletrônico já  responde por 99,3% das licitações dessas compras, proporcionado uma economia de R$ 332,9 milhões (28%). “Este número demonstra o quanto o pregão eletrônico se transformou em instrumento hegemônico para as aquisições de TI”, comemora Souza.
 
Os dados do Comprasnet indicam ainda uma evolução no número de fornecedores, passando de 6.887, em 2007, para  7.983, em 2012. Nesse período, entre as micro e pequenas empresas, a evolução foi de 30%. Neste ano, esses fornecedores representaram 73% (5.847) do total de participantes nas licitações de bens e serviços de TI.
 
Os dados foram extraídos do Portal de Compras do Governo Federal (Comprasnet), gerenciado pela secretaria de logística e tecnologia da informação (SLTI), do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).
Fonte: idgnow.com.br
Compartilhe:Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Geral. Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *