O Facebook, o Twitter e o jogo de sedução

Executivos das duas principais redes sociais do mundo circularam pelo Festival de Cannes em busca de aproximação com mercado publicitário.

Pelo menos em audiência, não há redes sociais mais poderosas que Facebook e Twitter. Juntas, somam quase dois bilhões de usuários, segundo a comScore. Cada uma a sua maneira, atraem marcas em busca de engajamento em forma de tuites, retuites, posts e likes. Atentos a esse movimento, executivos das duas empresas circularam por Cannes na semana passada. O empreendedor Jack Dorsey, considerado um dos “pais” do Twitter, ao lado de Bizz Stone, distribuiu sorrisos pelo Palais des Festivals. Com a mesma simpatia, Paul Adams, head de brand design do Facebook, circulou pelos melhores hotéis e restaurantes de Cannes.
 
Em disputada apresentação no auditório no Théâtre Debussy, Paul Adams, do Facebook, mostrou novos formatos disponíveis para marcas e provocou a plateia: “Vocês podem transformar o mundo criando diálogos e construindo relacionamentos. Ou também podem ver seu vizinho fazê-lo”. Por diversas vezes, o executivo destacou o potencial do Facebook como mídia. Ao mesmo tempo, preocupou-se em mostrar que a rede social não é concorrente de agências. “Não queremos ocupar uma posição criativa. Não é nossa essência e vocação. Contratamos designers e publicitários para facilitar a experiência do nosso usuário, mas a exploração dos nossos espaços com criatividade deve vir de vocês”, disse, em tom entusiasmado, apontando para a plateia.
 
Pouco depois da apresentação de Paul Adams em Cannes, na terça-feira passada, 19, o Facebook divulgou globalmente dois movimentos que sinalizam uma maior aproximação com o mercado publicitário. O primeiro tratou da criação de um Conselho Criativo que, segundo comunicado da empresa, servirá como núcleo para “atender as necessidades das agências dentro do Facebook”. Os membros do Conselho incluem executivos criativos de agências grandes e pequenas. Outra novidade anunciada foi o lançamento do Facebook Studio Edge, programa que mantém agências atualizadas dos produtos mais recentes do Facebook.
Twitter, com emoção
 
No mesmo auditório em que Paul Adams se apresentou, o CEO do Twitter, Dick Costelo, não teve a mesma audiência, mas arrancou gargalhadas e suspiros a cada tela que passava durante a apresentação. As imagens mostravam uma série de troca de mensagens abertas entre celebridades, anônimos e cidadãos de países que passaram ou vivem em crise e guerras. Neste cenário, ele apresentou perfis corporativos que usam trending topics do momento para se posicionar sobre determinados temas.
 
Em tom emocional, Costelo não hesitou em dizer que “o Twitter acabou com as barreiras do mundo”, arrancando aplausos da plateia. Durante a apresentação, o CEO do microblog mostrou por diversas vezes a frase “O Twitter aproxima você….”. E, somente ao final, revelou: “O Twitter aproxima você de quem você quiser, do seu público-alvo”. Cabe em 140 caracteres e foi retuitado mais de duas mil vezes em 10 minutos.
 
Fonte: proxxima.com.br
Compartilhe:Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Mídia Online e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *