Samsung unificará conteúdo para telas

Empresa criou centro de soluções de mídia para desenvolver e reunir apps e widgets para smartphone, tablet, notebook e TV numa só plataforma. 

A Samsung anuncia a criação da unidade Media Solution Center (MSC) para a América Latina, ou centro de soluções de mídia, comandada pela vice-presidente Fiamma Zarife (ex-Oi e ex-Claro). Essa unidade começa a unificar numa só plataforma, chamada Samsung Hub, todo o conteúdo que, inicialmente, estará disponível para dispositivos da família Galaxy (smartphones e tablets) e que deve, posteriormente, chegar às smart TVs da marca e também aos notebooks.
 
Inicialmente, pelo menos dez smartphones e tablets terão, até o final deste ano, o Samsung Hub, que inclui conteúdos como música (com parceiros como Warner, Sony e gravadoras independentes), vídeos (com parceiros como Warner, Paramount, Fox e Disney), livros (Saraiva, entre outros), ensino (TV Escola, Hipersaber, Impacta) e jogos (entre os parceiros, estão a EA, Sega e Gameloft). “Cerca de 80% dos downloads são concentrados em menos de 100 aplicativos (apps)”, afirma Fiamma, para explicar que a tendência, observada em pesquisas internas, é que os smartphones não saiam mais de fábrica embarcados com dezenas de apps que não interessam ao usuário. A alternativa é dar ao consumidor a possibilidade de escolher os apps por meio da Samsung Hub. É o modelo de negócios da rival Apple, que permite a integração de seus dispositivos – iPhone, iPad, iPod e computadores – com o conteúdo.
 
Fiamma diz que o mercado de conteúdo brasileiro deve chegar a US$ 1,5 bilhão este ano, com crescimento estimado em 20% ao ano até 2017, ancorado na expansão da base de smartphones e no uso de dados. Globalmente, até o final deste ano, a Samsung terá investido US$ 10 bilhões em pesquisa e desenvolvimento. Parte desses recursos está destinada ao Brasil e América Latina. No Brasil, por exemplo, a nova unidade abrirá um estúdio de jogos em Manaus (AM), onde a empresa já mantém fábrica, para capacitação de desenvolvedores locais e criação de games com potencial para serem vendidos local e globalmente.
 
A executiva afirma que a meta da Samsung é estar entre as Top 5 no ranking global Interbrand até 2020 (era a 17ª. em 2011 e este ano chegou à 8ª. posição). Para isso, deve reforçar o conteúdo, anunciar uma parceria com o Twitter (que já está fechada) e fazer campanha digital para divulgar a nova plataforma de conteúdo Samsung Hub. No Brasil, a Samsung é atendida pelas agências Cheil e Leo Burnett.
 
Via www.meioemensagem.com.br
Esta entrada foi publicada em Tecnologia e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.