Steve Jobs desistiu das redes sociais por causa de Zuckerberg

Walter Isaacson, o autor da biografia mais vendida de Steve Jobs, revelou que o ex-cofundador da Apple não se aventurou mais no ramo das redes sociais porque Mark Zuckerberg "já havia feito um belo trabalho". 

De acordo com o site Business Insider, Isaacson falava publicamente com Don Graham – um dos membros do conselho do Facebook e CEO do Washington Post, quando ele disse: "Certa vez perguntei a Jobs quem ele admirava no Vale do Silício. Mark foi o primeiro nome que ele mencionou."
 
Graham revelou que Zuckerberg admirava Jobs na mesma forma. "Jobs significava muito para a educação de Mark", disse ele a Isaacson. "Mark vai falar sobre isso durante muito e muito tempo."
 
Isaacson afirma que a admiração de Jobs por Zuckerberg resultou da sua "intuição" sobre o que o Facebook se tornaria, e ele "sentiu uma afinidade ímpar por Mark."
 
"Steve nunca decifrou as redes sociais", observou Isaacson. "Talvez algumas pessoas nesta sala lembram-se do Ping." O Ping é a rede social da Apple para o iTunes, que nunca empolgou e será encerrada em favor de parcerias com o Facebook e o Twitter.
 
Quando Isaacson perguntou a Jobs por que não continuaria tentando sucesso na vida social, Jobs respondeu: "Talvez porque Mark fez isso tão bem, que não há necessidade de uma série de redes sociais."
 
Fonte: idgnow.uol.com.br
Compartilhe:Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Tumblr0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone
Esta entrada foi publicada em Geral. Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *